NOVA PRATA DO IGUAÇU: Fesmepar realiza Seminário sobre Periculosidade e Insalubridade para servidores municipais do Sudoeste do Paraná

NOVA PRATA DO IGUAÇU: Fesmepar realiza Seminário sobre Periculosidade e Insalubridade para servidores municipais do Sudoeste do Paraná

A Fesmepar realizou neste sábado (26) em Nova Prata do Iguaçu, no sudoeste do Paraná, mais um Seminário, desta vez discutindo Insalubridade e Periculosidade.

O Seminário, que foi realizado em parceria com o Sindprata- Sindicato de Servidores Públicos Municipais de Nova Prata do Iguaçu, foi  destinado a servidores municipais, teve a participação de mais de 30 servidores, que além de aprimorar seus conhecimentos, também puderam conhecer novas técnicas  e formas para diminuir os riscos de acidentes nos locais de trabalho.

O presidente do Sindprata, Nelson Cezário, deu as boas vindas a todos e lembrou que o principal objetivo do seminário  é desenvolver nos servidores um senso crítico quanto a periculosidade e insalubridade para manter a qualidade de vida do servidor no ambiente de trabalho. Nelson ainda agradeceu a Fesmepar pela parceria no seminário. “O Sindprata agradece a Fesmepar pelo emprenho e dedicação, e por atender o nosso pedido em realizar este seminário, que sem dúvida, é muito importante ao dia a dia do servidor municipal”.

Presidente do Sindprata, Nelson Cezário. 

A diretora de finanças da Fesmepar, Sonia Maria Marchi, falou sobre a importância da capacitação tanto aos servidores quanto aos diretores sindicais. “Uma das bandeiras da Fesmepar é formar e aperfeiçoar o conhecimento e técnicas de trabalho de servidores e diretores sindicais, para que consigam desempenhar cada vez melhor a sua função e diminuindo os riscos nos locais de trabalho.”

Diretora de finanças da Fesmepar, Sonia Maria Marchi. 

– 

Sonia ainda ressaltou as lutas que os servidores estão enfrentando e os riscos que a aprovação da reforma trabalhista trará aos servidores de todo o país. “A nossa preocupação diária é com a perda de direitos que foram conquistados com muita luta e trabalho, e que agora estão sendo retirados do povo brasileiro. Não é justo que o trabalhador pague o preço pela desordem criada pelo próprio governo. Vamos arregaçar as mangas e mostrar a força dos servidores paranaenses, o nosso país é feito de trabalhadores, agora é hora de mostrarmos a nossa garra e lutarmos contra a retirada dos nosso direitos  já conquistados”

Ministrado pelos palestrantes Lázaro Ricardo Vallin e Ricardo Barbosa da Silva, especialistas em segurança do trabalho, o Seminário abordou as relações de trabalho, explorando o diferencial ente periculosidade e insalubridade.

Insalubridade como a exposição do trabalhador a agentes nocivos à saúde, tais como poeiras, produtos químicos, ruídos, entre outros, em caráter habitual e permanente.

O trabalho em condições insalubres realizado de forma intermitente, por sua vez, não exclui, só por essa situação, o direito ao recebimento do correspondente adicional, conforme evidencia a súmula nº 47 do TST.

Já a periculosidade, por outro lado, é caracterizada pela exposição permanente do trabalhador a algum tipo de atividade que gere perigo ou risco de vida no desempenho de suas atribuições.

Novos seminários serão realizados pela Fesmepar nas demais regiões do Paraná, buscando suprir as demandas dos servidores e diretores sindicais, assim, conseguiremos construir um novo cenário de trabalho aos servidores públicos municipais e estaduais do Paraná.

 

Post: Elizabeth Novaes – MTB 10.959

Foto: Sinsprata

Categories: Sindicais